Envelhecimento e dor

Com o envelhecimento, maior é a prevalência de problemas crônicos de saúde e doenças associadas à dor. Entre os idosos, a dor crônica é a mais comum e suas consequências são inúmeras: ansiedade, depressão, isolamento social, distúrbio do sono, dificuldade de deambulação, entre outras, conforme relata a fisioterapeuta Maria Inês Ventura Sebastião (CREFITO 3/104531-F). As principais causas de dor, especialmente a dor crônica são: doenças osteoarticulares, doença vascular periférica, neuropatia diabética, neuralgia pós herpética, síndrome dolorosa pós AVE (Acidente Vascular Encefálico), polimialgia reumática, neoplasias, desordens musculoesqueléticas, complicações da imobilidade, etc. O planejamento do tratamento deve ser compatível com os riscos associados à idade, por isso o ideal é procurar um especialista para o diagnóstico e tratamento adequado.

Fonte: Força_tarefa na dor em doenças cerebrais nos idosos/ Fábia C. Santos- São Paulo: Leitura médica Ltda, 2014.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *